Entrevistas: Ficwriters de Minha Redenção

Uma entrevista emocionante

Yooo, minna-san
Bom, se é para falar de números então vamos lá. É uma fanfic de 37,800 exibições, 1,129 comentários  e 500 favoritos (até hoje). Primeiramente não é uma fanfic qualquer, ela é muito boa, para quem gosta de Yaoi é ideal. Eu comecei a ler ela pensando que fosse sobrenatural, isso me decepcionou um pouquinho (mania minha de tudo ter que ser sobrenatural), porém quando eu comecei a ler, não… para, gente que fanfic maravilhosa! Lembro que aquele dia eu ia dormir, estava dando uma olhadinha no Anime Social para ver se tinha alguma novidade, vi ela, então comecei a ler. Comecei as 4:00 da madrugada e quando fui me dar conta já estava no capítulo 19 eram 6:00 da manhã, eu tinha que ir trabalhar no dia seguinte (foda-se). Ela sai do totalmente clichê e te prende que você até perde a noção do tempo, o Sebby está mais gato do que nunca, o Ciel irresistivelmente fofinho, não adianta, não darei spoilers. As autoras souberam usar perfeitamente os personagens do Kuroshitsuji, isso me impressionou muito, a historia é boa de ler porque conta o cotidiano deles e seus conflitos. Ahhhh já chega, quem não leu vai lá lê e comenta isso ajuda muita a incentivar os autores.
Entrevistando Chibi-Lord
1- Como as autoras se conheceram?
Bom, podemos dizer que nós nos conhecemos por intermédio de Kuroshitsuji. Eu escrevia na época uma fanfic sobre o musical de Kuroshitsuji e Miyuki me encontrou no Facebook, dizendo que gostava muito da minha história. Desde então, uns três ou quatro anos, nos mantivemos contato. Até mesmo nós conhecemos pessoalmente, um encontro rápido mas muito emocionante.


2- Qual foi a primeira vez que vocês viram Kuroshitsuji?

 

Eu não tenho muita certeza de quando foi, mas faz tempo, acho que foi em meados de 2011. Desde então Kuroshitsuji é o maior vício na minha vida. Acho que a Miyuki começou a assistir Kuroshitsuji por aí, não tenho certeza.


3- De onde onde veio a ideia de criar essa historia?


Eu sou uma pessoa que divaga bastante. Eu passo boa parte do meu dia procurando em minha cabeça uma história que mereça ser contada. Não que eu vá contar ela é mais para um divertimento pessoal. Eu gosto de contar os plots para a Miyuki porque ela é sempre quem mais me motiva e quando eu contei esse plot que de início era para ser mais parecido com Lolita ou Presença de Anita, um romance trágico entre um adulto louco e uma criança sem a real noção do que era o amor fraternal, Miyuki adorou e disse que eu precisava escrever, felizmente eu não queria escrever algo tão sombrio e pesado que provavelmente assustaria os leitores. Foi então que Miyuki deu a ideia de existir em Sebastian uma salvação. E a história que se chamaria Monster, passou a ser Minha Redenção, onde toda a agonia que eu queria descrever em um personagem que sente nojo de si mesmo por desejar alguém tão jovem poderia sim ser colocada, mas também, o amor dos dois vencendo barreiras e uma linda história de amor que as leitoras gostariam de ler também pudesse estar lá. Minha Redenção é a junção da fofura da Miyuki, romântica e suave junto com a minha explosão de sentimentos mundanos e sujos.

 

4- Porque vocês escolheram esse título, MINHA REDENÇÃO?

 

Bom foi como eu mencionei na outra reposta. Eu dizia que Sebastian se sentia um monstro, que ele era infeliz que e que não acreditava que a vida lhe reservasse algo de bom e que por esse motivo seria meio impossível existir um romance entre eles. Miyuki disse então que Ciel deveria entrar na vida de Sebastian e ser aquele que lhe tiraria da triste rotina. Ciel seria sua salvação. Então o nome foi escolhido já em mente que está seria a última frase a se estar escrita na fanfic antes do “FIM” Escolhemos esse nome porque é o o que Ciel representa para Sebastian, seu salvador. Sua redenção.


5- As duas tiveram conflitos entre si para decidir alguma coisa na fanfic?


Não, por incrível que pareça nós nunca tivemos problemas para decidir o que aconteceria a seguir. Parece meio bobo e irreal dizer isso, mas a verdade é que sempre que uma contava para a outra a ideia do que queria que acontecesse era exatamente o que a outra também queria. Geralmente quando eu escrevia uma cena Miyuki me dizia os pontos que ela gostaria de ver naquela cena e comigo a mesma coisa. Eu dizia: Ei, vai ser legal se tiver tal coisa e ela então escrevia. Tivemos mesmo problemas com cronologia, escrevemos muito antes capítulos que só foram postados depois, por isso tivemos que fazer revisões, acrescentar acontecimentos e lembranças na personagem que na cena original ele não tinha, porque simplesmente não existia, mas conforme tivemos que acrescentar capítulos antes daqueles que já estavam descritos tivemos que cuidar destas coisas. Miyuki cuidava totalmente da cronologia, ela só me dizia, terei que mudar tal coisa, porque isso ainda não aconteceu, ou isso não pode acontecer porque é inverno. Ela foi perfeita nesse quesito. Tivemos uma única divergência, o último lemon seria mais… pesado. Mas, isso foi contornado, eu suavizei as ações do Ciel e todas ficaram felizes.


Entrevistando Miyukiki

 

6- Já pensou alguma vez em desistir de escrever a história por algum motivo?

 

Não. Jamais pensamos em abandonar esta história. Nos entregamos a ela de corpo e alma. Houveram sim, momentos difíceis… em especial porque nós nos dispusemos a atualizar a fic semanalmente. Houve problemas pessoais, familiares, de tempo e até de saúde: uma vez a mãe de Chibi Lord teve de ser internada às pressas e isso foi um choque para nós, em outra ocasião fui eu que tive um problema de saúde e fui hospitalizada mas mesmo assim tenho orgulho de dizer que por dez meses toda terça feira tínhamos um capítulo novo para postar.


7- O que vocês tem a dizer aos seus leitores?


Tanto eu como Chibi Lord gostaríamos de dizer obrigado e se possível dar um abraço em cada um deles. O imenso carinho que recebemos de nossos leitores foi a coisa mais gratificante que já recebemos! Ao longo de todo esse tempo choramos várias vezes de alegria pelo apoio e por relatos deles. Comentários extremamente pessoais onde leitores contavam um pouco de suas vidas e de como a nossa fic os tinha motivado a não se deixar sufocar pela tristeza ou sentimento de impotência, recebemos desenhos, shoots onde cosplayers posavam como nossos Ciel e tio Sebastian, um AMV lindo, uma mini fic ao som de Hallellujah… Nossos leitores terão sempre o nosso amor e gratidão!


8- O que mais vai deixar saudades para vocês em Minha Redenção? 


 


São tantas coisas. De escrever sobre Ciel e Sebastian neste universo. De se colocar na pele deles pra sentir aquelas emoções e dores. E também de toda a interação semanal com nossos leitores. Eu e Chibi Lord postávamos o capítulo e ficávamos ansiosas, lendo os comentários. Por sempre priorizarmos a história, para manter as atualizações semanais, muitos comentários ainda estão sem resposta mas sempre nas notas finais procuramos falar sobre nossas impressões e sobre as opiniões dos leitores. E vamos responder a todos!


9- O que Kuroshitsuji representa na vida de vocês? 

 

Ah! Com certeza representa muito! Uma paixão, pode-se dizer que para mim é uma obsessão kkkk mas por várias razões: uma delas e pela história bem escrita e envolvente com personagens incrivelmente carismáticos, mas outras são que Kuroshitsuji voltou a despertar em mim paixões que eu já havia esquecido…. graças a Kuro eu voltei a desenhar depois de uns 5 anos sem nem tocar num lápis ( e voltei a sentir a paixão que eu tinha por isto ), graças também a Kuro eu comecei a escrever. Eu nunca havia pensado em escrever fics antes. E também num momento muito difícil da minha vida há dois anos atrás eu só não fiquei louca graças ao mangá, a um trabalho de tradução de doujinshis e há um grupo de fãs de Kuro que eu tenho. Isso é também o exemplo dos personagens, principalmente o Ciel, que segue em frente de cabeça erguida apesar de tantas coisas que já sofreu.

 

10- (Essa até eu queria) Se você encontrasse com a Yana o que diria para ela? 


Nossa… que sonho! Em primeiro lugar agradecer a ela por criar uma história que me impactou tanto e por personagem que eu amo apaixonadamente, principalmente meu Ciel ( sim eu sou obcecada por ele kkkk e Chibi Lord também é.) E dizer que o trabalho dela, a arte dela é inspiradora. Que graças a isso pessoas se sentem felizes, apaixonadas e começam a criar também. Eu e Chibi Lord guardaremos Kuroshitsuji para sempre em nossos corações.


Informações sobre a fanfic
Autores: Chibi-Lord  & Miyukiki
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
 

Sinopse: Sebastian é jovem, solteiro e bem sucedido. Um rosto lindo e um porte altivo. Seria perfeito se não fosse por um pequeno detalhe: Sebastian era completamente infeliz. Quis o destino que Sebastian amasse incondicionalmente a única pessoa que jamais seria sua: seu irmão gêmeo, Vincent. O destino já não fora cruel o bastante com ele? Ah, mas o destino sabe criar novas formas de se divertir às custas das almas dos que sofrem. Sebastian perde seu único irmão e amor em um acidente… e recebe a guarda de seu jovem sobrinho, filho único de Vincent… o menino que é a imagem viva de seu amor.

Clique para ler a fanfic

 

Queria agradecer as autoras maravilhosas minna-san vocês não tem noção o quanto elas são maravilhosas (falei duas vezes porque ela são mesmo), elas me fizeram ficar motivada em vários aspectos da minha vida, nem tenho palavras para agradecer ao carinho delas.
P.S. Eu que pensava que tinha uma coleção fodastica com todos os mangás completos lançados no Brasil, vocês não viram a coleção da Lumi. Se ela sumir, não foi eu que a sequestrei, viu eheheh.

É  isso minna-san obrigada por tudo. Mil Kissus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *